arquitetoldos@arquitetoldos.com.pt    Telefone: +351 219 758 190 Telemóvel: +351 936 441 165
Arquitetoldos

Blog Toldos e Coberturas

Este espaço fica reservado para partilhar consigo alguns dos nossos trabalhos, boas práticas de conservação e manutenção de toldos, pergolas ou cortinas de vidro, sugestões de decoração para casa e jardim, e muito mais.

Proteger a varanda da chuva e do vento

Oliveiros Queiros - Thursday, February 18, 2016

Uma varanda valoriza qualquer casa e dá outra qualidade de vida aos seus habitantes. Poder apanhar ar, ainda que vivendo num apartamento, é muito bom!

Mas nem sempre a varanda é um local hospitaleiro e nem sempre se pode usufruir dela. Uns dias está muito sol, noutros chove e noutros ainda faz vento. Com algum azar pode até ter tudo isto num mesmo dia.

Hoje existem várias soluções para minimizar os efeitos das intempéries, pelo que desfrutar da varanda na maioria dos dias do ano pode ser uma realidade ao seu alcance. Uma alternativa inovadora é o pára-vento regulável, cujo vídeo exemplificativo apresentamos neste artigo.

Parece uma excelente solução, certo? Enquadra-se perfeitamente na arquitectura do prédio, sobe e desce facilmente conforme for necessário, é fácil de montar e fácil de manter.

Se gostou da solução e/ou quiser saber mais sobre este produto, está no sítio certo. A Arquitetoldos é fabricante exclusivo da Svalson em Portugal. Envie-nos um pedido de informação e um dos nossos comerciais terá todo o gosto em ajudar a encontrar a solução perfeita para a sua varanda.

Terraços com infiltrações?

Oliveiros Queiros - Monday, February 08, 2016

     

É no Inverno que começam os problemas! Começa a chover e a princípio nem se nota, mas com o passar dos meses o terraço começa a ganhar aquele verdete e bolor que por mais que se limpe volta sempre. Não há como negar, o terraço tem um problema de infiltrações.

Nos casos mais graves até as paredes são afectadas. O maior problema nem é que fica feio, o maior problema é que as infiltrações de água danificam o prédio. Um pequeno problema neste Inverno será um problema sério no Inverno que vem.

Então o que pode fazer? Antes de mais deixe chegar um tempo mais soalheiro, deixe que o sol seque um pouco o chão e paredes do seu terraço. Mas não deixe de começar já à procura das melhores soluções técnicas.

Naturalmente, impermeabilizar o chão do terraço é uma boa ideia. Se o chão mete água por baixo vai precisar de aplicar, ou mandar aplicar, um produto impermeabilizante.

Complementarmente pode fazer uma cobertura para terraços e aproveitar o balanço para tornar o seu terraço num espaço que pode usufruir todo o ano, não apenas quando faz sol.

Ao fazer um prolongamento de espaço com uma cobertura em policarbonato compacto, cortinas de vidro ou caixilharia de alumínio com vidro simples ou vidro duplo, vai tornar o seu terraço num ambiente protegido da chuva e da humidade exterior, contribuindo para resolver o problema das infiltrações no seu terraço.

Tem problemas de infiltrações no seu terraço? Quer avaliar uma solução que lhe permita usufruir do seu terraço 12 meses por ano? Fale connosco, na Arquitetoldos trabalhamos para adequar as melhores soluções técnicas às necessidades e gosto do cliente.

Esplanada Coberta em Lisboa

Oliveiros Queiros - Thursday, January 21, 2016

Quase no final do ano de 2015 abriu ao público um novo restaurante no número 42 da Avenida Duque D' Ávila, em Lisboa. Falamos do Restaurante Rabo D' Pêxe, um espaço vocacionado para servir excelentes pratos de peixe e marisco num ambiente agradável e familiar.

No interior do número 42 da Avenida Duque D' Ávila existia uma esplanada onde, naturalmente, se poderia servir os clientes do restaurante num ambiente diferente. Contudo, a esplanada era ao ar livre, o que é óptimo quando está bom tempo, mas impraticável quando chove ou faz muito frio.

A gerência do Rabo D' Pêxe decidiu fechar o espaço e torna-lo numa esplanada coberta. Desta forma conseguiu tornar o restaurante muito maior de forma permanente.

A obra foi adjudicada à Arquitetoldos, que fez toda a estrutura metálica que serve de suporte às cortinas de vidro nas laterais e às coberturas de policarbonato compacto em cima. Para melhor controlar a luz solar (ou até deixar entrar o luar nos dias de lua cheia!) foram feitos e instalados toldos horizon à medida, o que juntamente com as coberturas deslizantes possibilita que nos dias bons parte da esplanada esteja completamente a céu aberto.

Desta vez fomos desafiados a fazer a garrafeira em policarbonato compacto, bem como outras peças menos comuns como cadeiras ou materiais de suporte à cozinha. É disto que nós gostamos, de desafios que coloquem à prova a nossa capacidade de criar e inovar. Assim fizemos, as peças estão lá para uso e para serem vistas por quem visita o restaurante.

Convidamos a ver o vídeo da obra, mas melhor que isso só mesmo visitar o restaurante e experimentar as belas iguarias do mar que lá são confeccionadas e servidas. Experimente, passe pelo número 42 da Duque D' Ávila e aproveite para ver mais essa esplanada coberta em Lisboa feita pela Arquitetoldos.

E claro, se gostou do nosso trabalho e quiser pedir um orçamento para fazer algo semelhante no seu espaço, contacte-nos e conte-nos o seu projecto.

Coberturas de policarbonato ou acrílico?

Oliveiros Queiros - Wednesday, January 06, 2016

     

Quando fazemos prolongamentos de espaço para os nossos clientes temos de fazer sempre a cobertura – afinal a obra tem de ter um tecto!

E essa cobertura é feita de quê? Quais são as opções que o cliente tem? As três opções mais utilizadas são o policarbonato compacto, o policarbonato alveolar e o acrílico. Qual a opção certa?

Na nossa opinião a opção certa é a cobertura de policarbonato compacto, mas o melhor é explicarmos porquê. Afinal, em certas circunstâncias pode não ser a melhor opção e deixamos sempre que seja o cliente a tomar a decisão final.

Comecemos pelo policarbonato alveolar e por sugerir que não escolha esta hipótese. Sim é mais barato mas:

  • É de qualidade relativamente inferior às outras alternativas;
  • Visualmente também é menos apelativo, tem um aspecto mais de plástico;
  • Faz muito barulho quando lhe cai água em cima. Torna o espaço desconfortável.

Quando comparamos o acrílico com o policarbonato compacto a escolha torna-se menos evidente, até porque são materiais de preço e aspecto semelhantes. Contudo devemos considerar que:

  • O policarbonato compacto é muito, mas muito mais resistente;
  • O acrílico tem de ser de qualidade superior e com protecção UV, caso contrário estala e fica rapidamente amarelo;
  • O policarbonato compacto tem tratamento UV de ambos os lados e simplesmente não parte. Não parte mesmo, pode martelar nele com toda a sua força que ele não quebra;
  • Quando lhe cai águia em cima, chuva por exemplo, uma cobertura de policarbonato compacto é a mais silenciosa de todas as opções. Isso significa conforto na casa do cliente;
  • Tanto numa opção como noutra o prolongamento de espaço ou a esplanada ficam com uma cobertura que permite ver o céu, é totalmente transparente. É por isso que acompanhamos as coberturas com toldos horizon, para que o cliente possa controlar a luminosidade que entra no espaço criado.

Então e não existe uma 4ª opção, o vidro laminado e temperado? Claro que existe, também é transparente e bonito, contudo:

  • O vidro laminado e temperado é bastante mais caro que o policarbonato compacto;
  • Faz mais barulho quando chove;
  • É mais pesado e não permite que se façam peças únicas da mesma dimensão.

Se não conhece os materiais que aqui falamos e/ou gostaria de ter uma demonstração do que aqui escrevemos, por favor não hesite em nos contactar. A nossa missão é a de ajudar os nossos clientes a escolherem a solução certa para o seu espaço. Incluindo a cobertura!

2015 foi um bom ano. 2016 será ainda melhor!

Oliveiros Queiros - Tuesday, December 22, 2015

    

Chegado mais um período Natalício começa a azáfama habitual de todos os anos. Famílias que se deslocam para ver os seus entes queridos, amigos que visitam amigos. Muitas prendas e muita comida, muita conversa para por em dia e muita alegria para partilhar.

Fazem-se contas ao ano que termina e renovam-se esperanças, desejos e anseios para um novo ano que se aproxima. Faz parte da nossa natureza, gostamos de fechar ciclos e começar novos. Um novo ano, todo por preencher e descobrir vai ser maravilhoso.

Para a Arquitetoldos e para a nossa equipa 2015 foi um bom ano. Como todos, acreditamos que 2016 vai ser ainda melhor. Para nós, para os nossos amigos, família e clientes. 

Despedimo-nos de 2015 desejando a todos os nossos clientes e amigos um Feliz Natal na companhia dos Seus, e um Próspero Ano Novo de 2016! 

A Equipa Arquitetoldos

Toldos usados não são a melhor opção

Oliveiros Queiros - Tuesday, December 08, 2015

    

A Arquitetoldos já está no mercado há quase 30 anos e ao longo de todo este tempo temos feito e montado milhares de toldos. Também temos desmontado inúmeros toldos usados e até montado alguns destes noutros locais a pedidos dos nossos clientes.

Temos a experiência e o saber suficientes para podermos afirmar que comprar todos usados não é a melhor opção. À partida pode pensar que vai poupar algum dinheiro porque compra o toldo muito barato, mas antes de o fazer considere estes argumentos:

  • Pode ter de desmontar o toldo usado do sítio onde ele estiver montado. Isso acarretará custos de mão-de-obra;
  • Quer faça a desmontagem após a compra, quer esta seja feita pelo vendedor e o toldo lhe seja entregue já desmontado, existe sempre o risco de comprar um toldo com alguma peça partida e/ou ferrugenta. Em alguns casos isso pode dificultar a montagem no novo local, senão mesmo impossibilitá-la; 
  •  Se o toldo usado estiver roto, para o cozer ou galvanizar terá de o mandar lavar primeiro. Mais custos de lavagem e mão-de-obra; 
  •  Naturalmente os toldos usados não têm aspecto de novos. Estão sujos, gastos pelo sol, rotos, riscados, etc. Sobretudo se for para um estabelecimento comercial, a imagem que vai colocar à porta conta para o sucesso do negócio; 
  •  E claro, quando compra um toldo usado, a menos que faça você mesmo, terá de pagar a quem faça a sua montagem profissional.

Tudo somado, o principal argumento para comprar toldos usados, PREÇO, muitas vezes não é assim tão mais baixo. E na maioria das vezes não compensa, o cliente fica menos bem servido por um valor que não é suficientemente menor.
  

É por tudo isto que na Arquitetoldos recomendamos sempre aos nossos clientes que comprem toldos novos. Ficam melhor servidos, têm a garantia de um produto em condições, sem surpresas e com um preço justo. Contacte-nos e peça a opinião de um dos nossos especialistas.

Coberturas para estacionamento

Oliveiros Queiros - Monday, November 23, 2015

Todos sabemos que os carros não se constipam, mas mesmo assim gostamos de estacionar as nossas viaturas, sejam elas particulares ou de serviço, à sombra e protegidas das intempéries. Quanto mais não seja porque é-nos mais confortável sair do automóvel assim.

Quando as casas, ou empresas, não têm garagem, existe a possibilidade de montar uma cobertura de estacionamento. É uma solução relativamente simples que ajuda a preservar os carros e aumenta o conforto dos seus condutores.

As coberturas de parques de estacionamento podem ser construídas em diversas soluções, consoante o gosto e orçamento do cliente, bem como o local e dimensão do projecto.

Em alguns casos é suficiente montar uma pérgola em alumínio coberta com um toldo horizon, e está feito.    

Outros clientes preferem soluções visualmente mais apelativas e envolvidas com o espaço circundante e optam por uma pérgola em madeira ou um sombreador para carros.

   

As alternativas não ficam por aqui. Veja mais alguns exemplos de soluções implementadas pela Arquitetoldos:

As soluções existem e, na maioria dos casos, são projectos relativamente simples e rápidos de implementar. Na sua casa ou na sua empresa, dava jeito uma cobertura para estacionamento?

Contacte-nos e peça-nos um orçamento, sem compromisso. Pelo conforto do seu automóvel!


Pérgolas ou Pérgulas?

Oliveiros Queiros - Friday, November 13, 2015

  

Na Arquitetoldos dizemos que fabricamos e montamos pérgolas, mas sempre tivemos a dúvida: escreve-se com O ou com U, pérgulas? Fomos investigar.

Segundo o website Priberam:

«pér·gu·la

(italiano pergola, do latim pergula, -ae, construção saliente, balcão, varanda, latada)

substantivo feminino

1. Espécie de ramada para arbustos e trepadeiras.

2. Galeria, balcão ou terraço afastado da parede, com pilares que suportam barrotes que podem ser cobertos por trepadeiras, toldos, etc. = PERGULADO

Sinónimo Geral: PÉRGOLA»

Ao que parece são sinónimos. Seguimos o link e fomos ver o que dizia em pérgola:

«pér·go·la

(italiano pergola, do latim pergula, -ae, construção saliente, balcão, varanda, latada)

substantivo feminino

O mesmo que pérgula.

Palavras relacionadas: pérgula, pergolado.»

É até o mesmo que pergolado e pergulado. Ainda bem, afinal estamos a chamar o nome certo ao nosso trabalho. Mas e qual o termo que as pessoas preferem? Será que usam mais pérgolas, pérgulas, pergolado ou pergulado? Fomos perguntar ao Google.

Segundo o Google, pérgolas e pérgulas têm um número de pesquisas semelhante, e pergolado ou pergulado são bastante menos usados. Mas não ficámos convencidos e fomos analisar as nossas campanhas no Google Adwords e ver que palavras os Portugueses mais utilizam quando procuram por este tipo de solução.

E encontramos um claro vencedor - os Portugueses preferem utilizar a palavra pérgolas, com O. Mais de 6.000 pesquisas em 2015, contra cerca de 1.500 para pérgulas, com U. Pergolado e pergulado encontram-se a grande distância.

Ficamos satisfeitos com o resultado desta análise. Na Arquitetoldos utilizamos o termo pérgolas e estamos em sintonia com a maioria dos Portugueses. Mas agora também sabemos que estamos todos certos. Quem usa a palavra pérgulas, pergolado ou pergulado refere-se exactamente à mesma coisa, e de forma correcta.

Por isso, quer esteja a pensar em colocar uma pérgola, uma pérgula, um pergolado ou um pergulado na sua casa ou jardim, na Arquitetoldos encontra a equipa técnica certa para pensar e executar a sua obra. Contacte-nos e peça um orçamento para pérgolas, sem compromisso!

O cliente teve a ideia, nós executamos!

Oliveiros Queiros - Tuesday, October 20, 2015

        

Quando colocámos no nosso website, quase em todas as páginas, a frase “Qualquer que seja o seu projecto contacte-nos…”, falamos muito a sério. 

É verdade que na Arquitetoldos trabalhamos com produtos mais ou menos estandardizados, produtos que os nossos clientes sabem com o que podem contar – toldos, cortinas de vidro, pára-vento regulável, sombreadores, entre outros. 

Contudo, esses mesmos clientes sabem igualmente que todos estes produtos são moldáveis ao seu projecto e espaço, e é por isso que somos requisitados para fazer toldos à medida, prolongamentos de espaço ou coberturas para esplanadas – porque cada espaço é único e é preciso adaptar o produto e o projecto à medida. 

O caso de estudo que lhe apresentamos neste texto vai para além do pedido normal dos nossos clientes, pelo que entendemos que deveria ser partilhado. 

Este cliente tem um belo jardim onde pretendia criar um espaço que a família pudesse utilizar como ginásio e fazer exercício físico. Mas não podia ser um caixote, uma casa de madeira ou um pré-fabricado. Tinha de ser um espaço que: 

  • Se enquadrasse na paisagem; 
  • Fosse transparente; 
  • Cumprisse o seu propósito, ser um ginásio, e; 
  • Lembrasse um presente numa caixa, com os laços cruzados. 

Este último requisito representou um desafio acrescido, pois significava que o espaço não poderia ter prumos nos cantos… 

São estes desafios que fazem crescer a Arquitetoldos, pelo que aceitamos o projecto com toda a convicção de que o conseguiríamos executar como o cliente queria. E assim fizemos – depois de idealizado o projecto e feita a maquete, pusemos mão à obra e o resultado é o que se pode ver nas imagens. 

Lindo, dirão uns, nem por isso, dirão outros. O relevante aqui é que o cliente teve a ideia e, apesar de não haver no mercado algo que pudesse comprar pronto, encontrou a Arquitetoldos que executou o projecto à medida e o cliente ficou radiante. 

É caso para dizer “Qualquer que seja o seu projecto contacte-nos…

Prolongamento de Espaço no Mercado de Algés

Oliveiros Queiros - Monday, October 05, 2015

No passado dia 8 de Julho (2015) foi inaugurado o novo Mercado de Algés, renovado e actualizado à semelhança do que já tinha acontecido com o Mercado de Campo de Ourique e o Mercado da Ribeira, em Lisboa.

O Mercado de Algés conta agora com 16 espaços gastronómicos servidos por uma enorme e confortável esplanada. Foi precisamente esta esplanada, que na realidade é um Prolongamento de Espaço, que a Arquitetoldos teve a responsabilidade e prazer de criar e executar.

Uma parte da esplanada está coberta por uma cobertura em PVC, dando-lhe uma protecção mais permanente quer contra o sol quer contra a chuva. Foi também aqui que colocamos cortinas de vidro para uma ainda maior protecção e conforto do espaço, quando necessário.

Numa outra parte do Mercado foram colocados Sombreadores, dotando assim os estabelecimentos que servem essa parte de maior flexibilidade relativamente ao seu uso.

Finalmente, também lá pode encontrar alguns toldos direitos com publicidade que foram feitos e colocados pela Arquitetoldos. 

Ainda não conhece o novo Mercado de Algés? Assim que puder dê lá um saltinho e delicie-se com a gastronomia dos seus restaurantes e cafés. Fica na Rua Luís de Camões, em Algés. 

Quando lá estiver aproveite para se sentar numa das esplanadas. Se gostar lembre-se que é isso que a Arquitetoldos faz, espaços confortáveis no exterior de estabelecimentos comerciais ou casas particulares.