Arquitetoldos

Blog Toldos e Coberturas

Este espaço fica reservado para partilhar consigo alguns dos nossos trabalhos, boas práticas de conservação e manutenção de toldos, pergolas ou cortinas de vidro, sugestões de decoração para casa e jardim, e muito mais.

Toldos Cofre

Oliveiros Queiros - Tuesday, November 22, 2016

Sabe o que é um toldo cofre?

O toldo cofre é um sistema que permite a recolha do toldo para uma caixa de protecção compacta, onde todos os componentes ficam guardados. Além de ser elegante e prático, o cofre - ou caixa - protege os componentes do toldo do acúmulo de poeira e outras intempéries do ambiente.

O toldo cofre é bastante discreto e conta com a autoprotecção da qual falamos. Os toldos cofre, quando recolhidos totalmente, deixam livre a fachada, passando despercebidos. O seu accionamento pode ser manual ou automatizado, permitindo este último uma utilização rápida e simples. Podem ainda contar com sistema de sensores de leitura de vento, sol e chuva.

Os toldos cofre podem ser utilizados em vários ambientes, como terraços, varandas, jardins, esplanadas, estabelecimentos comerciais etc. Os toldos cofre para lojas e outros estabelecimentos comerciais são uma excelente solução e podem ser personalizados com a imagem ou logotipo da marca.

Além da estética, os toldos cofre são uma opção bastante económica, considerando a sua durabilidade. Quando fechados, os toldos não estão expostos à chuva, ao vento e ao sol, o que resulta numa menor deterioração, aumentando significativamente a sua longevidade, sendo, ainda, de limpeza mais fácil que aqueles que ficam expostos.

Quer avaliar se um toldo cofre será a melhor solução para o seu espaço? Contacte a Arquitetoldos, somos especialistas em toldos!

Toldos que fecham e abrem automaticamente

Oliveiros Queiros - Wednesday, June 22, 2016

     

Imagine que acordou de manhã e está um sol incrível. Abre o toldo do seu terraço e convida a família para um pequeno-almoço ao ar livre. Terminado o momento de convívio matinal saem todos para um passeio na praia.

Contra todas as expectativas, depois do almoço levanta-se um vento forte que põem toda a gente em alvoroço na areia. A meio da tarde, e perante tão desagradável aragem, decidem voltar para casa. Surpresa – o toldo partiu-se com o vento! Se houvesse uma forma de ele ter fechado sozinho quando se levantou o vento!!!

A boa notícia é que há essa solução. Existe há muitos anos, não só para o vento como também para o sol. Chamamos-lhe captador de vento e sol e pode ser também conhecido por sensor.

Já tínhamos falado nele há alguns meses num outro texto, Toldo Manual ou Toldo Eléctrico?

Só se pode montar o captador se o toldo for eléctrico (faz sentido), mas se optou pelo toldo eléctrico não deixe de comprar também este pequeno aparelho. Eis algumas situações em que vai dar jeito:

- Está nublado de manhã, sai de casa e da parte da tarde fica um sol abrasador. Chega a casa ao final do dia e a sala está um “forno”. Com um captador de sol e vento o toldo teria aberto automaticamente e mantido a sala mais fresca;

- Deixou o toldo aberto quando saiu de casa e levanta-se um vento forte. Com um captador de sol e vento o toldo fecha automaticamente e fica protegido;

- Estava vento quando saiu, mas o dia melhorou e ficou um sol radiante com uma aragem ligeira a passar na rua. O captador “manda” abrir o toldo e proteger a casa/varanda/janela/terraço.

Penso que já deu para perceber a ideia. Remato apenas com um ponto muito importante: o captador de vento sobrepõe-se ao sensor de sol, ou seja, se estiver vento não importa se está sol ou chuva, o toldo fecha-se- Segurança primeiro, sempre!

Na Arquitetoldos somos especialistas em toldos. Fale connosco para obter a melhor solução para o seu espaço.

Claro que fazemos toldos concha!

Oliveiros Queiros - Wednesday, April 20, 2016

     

«- Arquitetoldos, boa tarde. Em que podemos ajudar? 

- Eu estou aqui no vosso site e vejo que fazem muita coisa. Cortinas de vidro, coberturas para terraços, toldos… mas e aqueles toldos antigos em forma de concha, fazem? 

- Claro que fazemos toldos concha!...»

Longe vão os tempos em que este tipo de toldos, os toldos concha, estavam sobre a porta de entrada de todos os estabelecimentos comerciais. Cafés, restaurantes, lojas de roupa, mercearias, tabacarias, por toda a cidade o comum era esse formato.

Como em quase tudo, a tecnologia permitiu uma grande evolução na fabricação e montagem de toldos, e hoje o cliente pode escolher toldos direitos, fixos ou com braço extensível, motorizados ou manuais e com uma diversidade de tecidos infindável.

Aliás, as opções são tantas e por vezes tão complexas que já dedicamos um artigo neste blogue ao tema “Que tecido escolher para o meu toldo?”. Toldos em PVC, toldos em tela micro-perfurada ou todos em dralon, cada opção tem as suas vantagens.

Assim, muitos dos estabelecimentos comerciais com que nos cruzamos no dia-a-dia já não têm um toldo concha, mas antes uma versão de toldo direito. Faça o teste, na rua de sua casa quantos têm toldos direitos e quantos têm toldos concha?

É por isso que por vezes recebemos chamadas semelhantes à que transcrevemos no início. Existe tanta opção no mercado, e nós próprios esforçamo-nos por ajustar as soluções à medida de cada cliente, que fica a dúvida: «Também fazem toldos? E toldos concha?”

Toldos é a nossa raiz e continua a ser um dos produtos que mais vendemos na Arquitetoldos. E alguns dos toldos que fabricamos e montamos são toldos concha. Procura um toldo para o seu estabelecimento comercial? Contacte-nos, nós teremos a melhor solução!

Toldos usados não são a melhor opção

Oliveiros Queiros - Tuesday, December 08, 2015

    

A Arquitetoldos já está no mercado há quase 30 anos e ao longo de todo este tempo temos feito e montado milhares de toldos. Também temos desmontado inúmeros toldos usados e até montado alguns destes noutros locais a pedidos dos nossos clientes.

Temos a experiência e o saber suficientes para podermos afirmar que comprar todos usados não é a melhor opção. À partida pode pensar que vai poupar algum dinheiro porque compra o toldo muito barato, mas antes de o fazer considere estes argumentos:

  • Pode ter de desmontar o toldo usado do sítio onde ele estiver montado. Isso acarretará custos de mão-de-obra;
  • Quer faça a desmontagem após a compra, quer esta seja feita pelo vendedor e o toldo lhe seja entregue já desmontado, existe sempre o risco de comprar um toldo com alguma peça partida e/ou ferrugenta. Em alguns casos isso pode dificultar a montagem no novo local, senão mesmo impossibilitá-la; 
  •  Se o toldo usado estiver roto, para o cozer ou galvanizar terá de o mandar lavar primeiro. Mais custos de lavagem e mão-de-obra; 
  •  Naturalmente os toldos usados não têm aspecto de novos. Estão sujos, gastos pelo sol, rotos, riscados, etc. Sobretudo se for para um estabelecimento comercial, a imagem que vai colocar à porta conta para o sucesso do negócio; 
  •  E claro, quando compra um toldo usado, a menos que faça você mesmo, terá de pagar a quem faça a sua montagem profissional.

Tudo somado, o principal argumento para comprar toldos usados, PREÇO, muitas vezes não é assim tão mais baixo. E na maioria das vezes não compensa, o cliente fica menos bem servido por um valor que não é suficientemente menor.
  

É por tudo isto que na Arquitetoldos recomendamos sempre aos nossos clientes que comprem toldos novos. Ficam melhor servidos, têm a garantia de um produto em condições, sem surpresas e com um preço justo. Contacte-nos e peça a opinião de um dos nossos especialistas.

Fabricantes de toldos em Portugal

Oliveiros Queiros - Wednesday, September 23, 2015


Quando em 2014 escrevemos o texto «Toldos por medida – na Arquitetoldos são todos os toldos» relevamos a capacidade da nossa equipa para aconselhar os nossos clientes, bem como da nossa equipa técnica para fazer o trabalho bem feito.

Contudo, na altura não falamos daquilo que possibilita que a nossa empresa tenha tamanha capacidade de adaptação às necessidades e gostos daqueles que decidem contratar os nossos serviços – temos uma fábrica e somos fabricantes.

Como somos nós que produzimos e transformamos uma boa parte dos materiais e estruturas que usamos nas obras que realizamos, podemos fazê-lo totalmente em função de cada cliente, fugindo assim aos modelos estandardizados que nem sempre cumprem a função desejada.

Uma vez adjudicada a obra começamos por fazer a Folha de Obra, onde são seleccionados os materiais necessários e descritos os passos que cada peça terá de dar dentro da fábrica.

Se se trata, por exemplo, de um toldo vertical ou um toldo Horizon, e é necessário transformar a tela de PVC ou a tela de Dralon, o trabalho é entregue à secção de costura.

Quando é preciso criar uma estrutura em metal, por exemplo para fazer um prolongamento de espaço ou uma cortina de vidro, ou mesmo cortar um tubo para um toldo à medida, então a secção de serralharia é a especialista no assunto.

Ainda no caso dos toldos, na secção de Fabricação de Toldos é onde cortamos os veios e os braços para fazer o seu toldo.

Para as cortinas de vidro é necessário passar pela secção do Vidro, onde esta são montadas e levam as fechaduras antes de saírem para o cliente.

Finalmente, no fim de tudo feito, cortado, medido e testado, a Equipa de Montagem leva o material todo para o destino final e procede à sua montagem.

Como vê, são as nossas equipas especializadas em cada uma das suas áreas que nos permitem ambicionar prestar-lhe sempre um serviço premium e personalizado.

Comece por pedir a visita de um dos nossos comerciais especializados, ele terá todo o gosto em ouvir e recomendar a melhor solução para o seu espaço.

Toldo Manual ou Toldo Eléctrico?

Oliveiros Queiros - Monday, August 24, 2015


Os toldos manuais são mais baratos, mas serão sempre a melhor opção? Os toldos eléctricos são mais cómodos, mas serão a melhor alternativa quando o preço não é problema? A resposta é NÃO para ambas as questões. Vejamos.

O cliente deve, sobretudo, avaliar o local, tipo de utilização e capacidade física de quem vai ter de operar o toldo. Para ajudar a decidir deixamos uma breve explicação de algun prós e contras de cada opção. 

Assim, o que tem um toldo manual de especial? Nada! Mas deve saber que:

  • Um toldo manual tem uma manivela manual que se usa para estender e recolher o toldo;
  • Caso o cliente tenha alguma dificuldade de mobilidade ou força, por exemplo ser uma pessoa de alguma idade, deverá ter em atenção que mover um toldo grande manualmente pode ser difícil;
  • No caso de o cliente ter um estabelecimento comercial pode ser a melhor opção. Uma vez que estende o toldo quando abre portas e o recolhe quando fecha, ou sempre que o vento se levante, evitando que o toldo se danifique, fica muito bem servido. Está sempre presente e por isso não corre o risco de se levantar um vendaval e estragar o toldo que ficou aberto;
  • É mais fácil e barato instalar um toldo manual que um toldo eléctrico.

E um toldo eléctrico, o que tem de especial? Igualmente nada! Contudo considere:
  • Numa casa de férias, ou mesmo em sua casa, pode acontecer sair com um dia de sol maravilhoso e deixar o toldo aberto. A meio da tarde levanta-se um vento forte e danifica o toldo manual. Com um toldo eléctrico consegue evitar que isso aconteça, pois os toldos eléctricos podem ter um captador de sol e vento. Um quê?
  • Um captador de sol e vento, como o nome indica, capta o sol e o vento, ou seja, consegue detectar se está vento e fecha o toldo e, abre-o quando está sol (e não faz vento). Assim não tem de se preocupar quando sai de casa, o toldo abre e fecha consoante as condições atmosféricas;
  • Um toldo eléctrico, apesar de representar um maior investimento, é mais cómodo para o cliente. Aperta-se um botão e já está!

Como vê, também na escolha de um toldo, a melhor opção depende. No entanto fique a saber que em ambos os casos, manuais ou eléctricos, pode ter o toldo feito dos materiais e cores da sua preferência. Não é por acaso que na Arquitetoldos dizemos que todos os toldos são toldos à medida. À medida das necessidades dos nossos clientes!

Ainda não tem a certeza se no seu caso será melhor escolher um toldo manual ou um toldo eléctrico? Contacte-nos e peça a nossa opinião especializada. Estamos cá para isso!

Toldos para Jardins – Em sua Casa ou na sua Quinta para Eventos

Oliveiros Queiros - Friday, July 03, 2015


É muito bom morar numa casa com um belo jardim. Melhor ainda, é conseguir aproveitar esse belo jardim em todas as épocas do ano! E para aproveitá-lo bem, nada melhor do que colocar um toldo que vá garantir o aconchego e bem-estar de toda a família ao usufruir da parte externa da casa.

Os toldos para jardim, que podem ser verticais ou extensíveis, protegem não só do calor, mas também do vento, criando um ambiente agradável em todas as estações do ano, em todos os horários do dia. Os toldos verticais têm a vantagem de não precisarem de ser recolhidos do ambiente após o seu uso e, os extensíveis, a de poderem ser fechados quando convier.

Mas os toldos para jardim não servem apenas para quem mora numa casa. Aqueles que têm estabelecimentos comerciais e fazem uso da parte externa como, por exemplo, uma quinta que realiza festas e eventos, ou um restaurante que possua um espaço exterior que queira aproveitá-lo melhor, hotéis, entre outros, também podem beneficiar, e muito, com a instalação de toldos nestas áreas.

A Arquitetoldos entende de cada solução em toldos para jardim e está apta a oferecer a cada cliente a melhor opção para o seu espaço, preocupando-se, ainda, em atender a todas as questões que envolvem estas soluções, desde o atendimento personalizado ao melhor orçamento possível.

Apetece almoçar com a família na área externa? Ou vê a necessidade de oferecer aos seus clientes a opção de fazerem os seus eventos na área externa dos seus estabelecimentos sem ficarem apreensivos quanto à previsão meteorológica? Fale com um de nossos consultores Arquitetoldos ou peça um orçamento gratuito.

O Nome da Sua Loja diz Tudo?

Oliveiros Queiros - Monday, May 25, 2015


Muitas vezes andamos pela rua à procura de um sítio para comprar um presente ou tomar um bom café e deparamo-nos com lojas, muitas vezes aparentemente interessantes, mas de facto não entendemos muito bem o que elas vendem, não é mesmo?

Às vezes espreitamos para ver se vemos alguma coisa pela montra mas, certo é que, na maioria das vezes, na dúvida, acabamos por não entrar.

É aqui que entra o conceito dos toldos com publicidade. Os toldos com publicidade, como o próprio nome já diz, são aqueles que levam não só o nome do estabelecimento, mas também o seu ramo de actividade, as marcas com que trabalha, o que vende, permitindo ao cliente visualizar do que se trata o comércio mesmo antes de entrar na loja.

Isso facilita bastante o peão que anda à procura de algo específico, ou mesmo aqueles que estão só a passar e já ficam a saber do que se trata a loja ou estabelecimento, ficando a conhecer melhor o comércio da sua região.

Temos que pensar que os clientes são o forte de qualquer negócio, pois são eles que nos mantêm vivos e, por isso, temos que tê-los sempre bem informados acerca do que fazemos e, claro, muito bem atendidos.

A publicidade nos toldos permite interagir desde a rua com os nossos clientes. Mostrar-lhes quem somos, o que vendemos e o que temos para lhes oferecer já é uma forma de transmitir a nossa preocupação com os mesmo antes deles entrarem nos estabelecimentos.

De facto, existem outros requisitos que podem tornar um estabelecimento convidativo, como uma montra bem feita ou a pintura da fachada, mas um estabelecimento torna-se convidativo se o toldo de entrada já diz o que é a loja e que produtos comercializa.

Facilite a vida aos transeuntes que passam à sua porta e convide-os a entrar na sua loja. Melhor, deixe que o seu toldo o faça – coloque um toldo com publicidade.

Proteger a casa do calor do sol

Oliveiros Queiros - Tuesday, March 10, 2015

Finalmente chegou o sol e os dias ficaram mais amenos. Cheira a Primavera e começa a apetecer aproveitar o bom tempo ficando mais tempo no exterior da sua casa. Está a olhar para a sua varanda, para o seu terraço ou para o seu pátio e a imaginar como seria bom poder colocar ali uma pequena mesa para almoçar nos dias de calor.

Mas o espaço está livre e não tem sombra nesses dias, por isso não o pode fazer. Sabe que existem soluções, mas qual a melhor? Fazer um prolongamento de espaço ou comprar uns sombreadores? Talvez colocar umas pergolas com um toldo de correr em cima.

Ou talvez já tenha feito um prolongamento de espaço ou uma cobertura para o seu terraço, mas agora nos dias quentes o sol bate e aquece demasiado. Como proteger a casa do calor do sol e aproveitar o exterior nestes dias bons e nos que virão durante o Verão?

Uma ideia para proteger essa parte da sua casa que aquece nos dias de calor porque o sol bate nos vidros é a colocação de toldos verticais. Protege do calor, dá-lhe sombra e ainda poupa no ar condicionado.

 

Mas se ainda não tem a estrutura para usufruir, uma das soluções pode ser um simples sombreador. Fácil de colocar e retirar quando não precisa, dá-lhe toda a flexibilidade para criar o ambiente fresco e apetecível quando precisa e repor tudo como antes quando termina.

Se quiser uma estrutura mais permanente, mas também mais confortável e duradoura, poderá optar por fazer uma cobertura para o seu terraço, ou mesmo um prolongamento de espaço.

Finalmente, porque não optar por algo mais exótico e integrado com a natureza e colocar uma pergola em madeira?

Enfim, qualquer que seja a solução escolhida o importante é que aproveite bem os dias de sol que temos e os que teremos ao longo dos próximos meses. Os nossos técnicos especializados poderão ajudar na escolha da melhor alternativa, peça uma visita e aconselhe-se com a Arquitetoldos.


Como escolher uma empresa de toldos

Oliveiros Queiros - Thursday, February 05, 2015

Se procurar na Google por uma empresa que lhe possa fornecer e montar um toldo, fazer uma cortina de vidro ou uma cobertura para o seu terraço, irá encontrar algumas dezenas de opções. Como escolher então o fornecedor certo?

Eis algumas recomendações que lhe deixamos para quando estiver a fazer a sua análise antes de consultar uma, ou várias empresas de toldos:

  • Peça para ver o seu portfólio. As empresas há mais tempo no mercado já fizeram centenas ou mesmo milhares de obras, algumas delas parecidas com a sua. O portfólio destas empresas não só lhe dá alguma segurança na capacidade da empresa em fazer o trabalho, como lhe dá algumas ideias que pode aplicar no seu espaço;
  • Peça para que lhe façam uma visita. Por muita experiência que uma empresa e os seus técnicos tenham no mercado, cada espaço é um espaço, e o seu terá algumas particularidades que poderão apenas ser tidas em conta durante uma visita feita por um especialista neste tipo de obras;
  • Peça informações sobre os materiais que irão ser utilizados. Para a mesma solução, provavelmente, existirão diversas possibilidades e materiais opcionais. A escolha dos materiais irá influenciar a beleza da obra, a funcionalidade da mesma, a durabilidade do trabalho executado e o orçamento final.


Agora que já consultou duas, três ou mais empresas, que já recebeu várias visitas ao seu espaço e informações complementares que estarão resumidas nos orçamentos em sua posse, como escolher o fornecedor certo? O mais barato? Talvez, mas considere também:

  • Compare o que é comparável. Os seus orçamentos poderão ter em consideração materiais diferentes, abordagens técnicas diferentes ou planos de execução diferentes. Assegure-se que entende o que consta em cada opção na sua mão e que escolhe aquela que considera a mais adequada aos seus objectivos e orçamento disponível;
  • Peça para ver um desenho em 3D. Se a sua obra é complexa e não tem a certeza do que lhe estão a sugerir, pergunte se podem apresentar um desenho em 3D para que possa visualizar o resultado final antes de fazer a adjudicação;
  • Siga o seu instinto. Esqueça os argumentos racionais por um momento. Qual o fornecedor que escolheria se seguisse o seu instinto? Provavelmente é a melhor opção, e essa escolha já incorpora os tais argumentos racionais. Nem todas as boas escolhas são puramente racionais, e muitas das melhores escolhas que fazemos ao longo da vida não o são.